TORRE DE BABEL BRASILEIRA

Permita-me utilizar suas duas observações para escrever um pouco sobre as minhas reflexões.

Lendo as suas postagens desde sábado, me veio à cabeça, a história bíblica sobre a Torre de Babel, encontrada em Gênesis (11, 1-9), e que conta a história de uma torre construída na Babilônia pelos descendentes de Noé, cujo projeto foi destruído, devido à soberba, falta de união, gerando divisões, desentendimentos. 

Liderava esse audacioso projeto Ninrode (=Nimrod), também descendente de Noé, fundador de um reino na terra de Sinar (atualmente a região sul do Iraque). Homem poderoso na terra.

Diante de tantas divisões, confusões, quem de fato representa Ninrode? Não falo isso vendo esse personagem bíblico como figura enigmática, considerada por muitos historiadores, mas como aquele cheio de planos maquiavélicos, com intenções de dasafiar a Deus, a partir de tão grande e ambiciosa construção.

Na atual conjuntura, podemos nos referir a uma sequência de equívocos, erros básicos, que possivelmente nos leve a ruína, ou seremos meros repetidores de catástrofes ao longo de um tempo.
Afinal de contas, com quem estamos lidando? Com um "ser" intergaláctico que veio para provar que a raça humana é frágil e que somos todos iguais? 
Afinal, todos nós retornaremos ao pó. Não sobrará pedra sobre pedra.

Será que estamos repetindo a mentalidade dos sumérios?
Erros básicos que se repetem com muita frequência, desde o nosso surgimento.
Erros básicos que se repetem na saúde.
Erros básicos que se repetem na política.
Erros básicos que se repetem nos cuidados ao meio ambiente.
Erros básicos que se repetem na nossa vida familiar, nas nossas escolhas, no convívio e respeito com o próximo.

Erros básicos que se repetem em coisas simples, do cotidiano.
E de erros básicos a humanidade vem caminhando até hoje…
Adão e Eva; Caim e Abel; O Grande Dilúvio; A Torre de Babel; A destruição de Sodoma e de Gomorra; O desastre nuclear de Chernobyl; Os plásticos espalhados pelo mundo; O rompimento das barragens de Brumadinho e Mariana; O encalhamento do navio cargueiro Stellar Banner, dentre tantos outros equívocos. Será que a nossa capacidade cognitiva está afetada? Ou será que foi sem querer? 

Não importa, seja qual for o "erro básico" temos de reformular com a maior brevidade as bases em que estamos assentados.

(*) Itapotiara Vilas Bôas, Bióloga, Professora do Ensino Superior

TAG