EUA, mandam de forma inédita astronautas ao espaço levados pelo foquete Falcon 9 da Space X

Há quase uma hora atrás por volta das 16:22h de Brasilia, partiu do Centro Espacial John F. Kennedy, em Cabo Canaveral na Flórida, o foguete Falcon 9 que levou a cápsula Crew Dragon, onde estão os astronautas Robert Benhken e Douglas Hurley, o objetivo da missão é acoplar na Estação Internacional Espacial, onde os dois realizarão experimentos científicos.

O lançamento é histórico e pode se considerar uma vitória dos Estados Unidos rumo a sua retomada como potência mundial na exploração do espaço. Desde 2011 a NASA havia abandonado o envio de astronautas a estação usando seus próprios foquetes, desde então enviava seus astronautas na espaçonave Soyuz de origem Russa, milhões de dólares eram pagos ao Governo Russo pelo transporte. Anos atrás a Agência Espacial lançou uma concorrência abrindo a possibilidade de empresas americanas da iniciativa privada poderem realizar esses transportes. Duas empresas foram escolhidas a Boeing e a Space X do bilionário Elon Musk. 

Somente a Space X evoluiu ao ponto de criar o Falcon 9, foquete de alta tecnologia, capaz de realizar transportes ao espaço e conseguir retornar ao solo da terra de onde partiu. A tecnologia do foguete de ir e voltar sem quase nenhuma avaria, resolveu um problema de décadas que a NASA a muito tentava resolver, uma soma gigante de dólares foram gastos nesses transportes durante anos, pelo fato do foquete juntamente com os módulos serem praticamente destruídos ao final da missões, sem nenhuma possibilidade de serem reutilizados. Com o Falcon 9 o custo reduziu consideravelmente.


Portanto, depois de nove anos a NASA, com a ajuda da alta tecnologia da Space X, consegui então voltar a transportar astronautas diretamente de seu solo, usando a expertise tecnológica de uma empresa genuinamente americana, tal feito é considerado pelos Estados Unidos como um grande avanço na retomada do seu projeto de exploração espacial. Com o transporte de hoje, a NASA indica que pode voltar a pisar na lua novamentepor volta de 2024. Para a Space X, a alegra não é menor, o seu fundador o visionário Elon Musk, nunca deixou dúvidas, que seu projeto de vida sempre foi conseguir transportar pessoas de forma segura ao espaço, um turismo espacial, o auge desse sonho é transportar humanos ao planeta Marte, daqui há 10 no máximo 20 anos. 

(*) Natanael Castro, editor.
TAG