SÃO LUÍS (MA), A CAPITAL IMUNE AO LOCKDOWN!

Há exatos nove dias um ente do judiciário maranhense decretou o "lockdown" em São Luís MA, nos primeiros dois dias verificou-se um enorme isolamento nos bairros mais abastados da capital, porém na periferia da cidade o número de pessoas circulando em feiras, mercados e ruas era muito parecido com dias normais de rotina da população. 

Em face dessa constatação, uma certeza veio a baila em meio a triste realidade da capital, o lockdown possui pouca ou nenhuma eficácia em seu território. Como sempre estamos chamando atenção em nossos artigos, é fantasiosa a informação que o remédio do lockdown poderia reduzir drasticamente a velocidade de novos casos de covid-19 em São Luís. O cerne da questão é político-social, uma das capitais mais pobres do Brasil jamais iria obter uma adesão em massa da sua população frente a determinação de recolhimento quase total. Entre ficar em casa e morrer de fome, e sair em busca de meios de subsistência para sí e sua familia, o cidadão maranhense que trabalha hoje para se alimentar amanhã, escolhe a segunda opção, com isso infelizmente fica mais vulnerável a pegar o vírus, bem como passá-lo adiante.

No dia de ontem, (12) o comitê formado por autoridades sanitárias, jurídicas e políticas, resolveu prolongar o lockdown por mais três dias, ou seja, terminando no domingo, oras é sabido de todos nós que no final de semana o fluxo de pessoas reduz bastante, seria uma forma de aproveitar esses dias de redução de fluxo, para integrar esses dados ao relatório que será apresentado no pós-lockdown? Fica a pergunta no ar. Uma constatação já temos sobre a tentativa de mitigação, a capital do Estado do Maranhão se mostrou de fato imune ao lockdown. 

(*) Natanael Castro, editor.
TAG