Coca-Cola, Unilever, Starbucks e outras, boicotam redes sociais contra discurso de ódio

Cresce número de mega empresas que aderem a campanha #StopHateforProfit (Dê um Basta no Ódio por Lucro). Coca-Cola, Unilever e Starbucks já reduziram bastante suas publicidades no facebook, por entenderem que a rede social não está realizando a devida separação, ou seja, as empresas não desejam que seus anúncios estejam sendo veiculados conjuntamente com publicações que façam alusão a ódio, racismo e outros tipos de discursos preconceituosos. 

Por conta do comunicado das empresas na sexta-feira, ontem o facebook já observou uma queda de 8% na cotação de suas ações na bolsa de valores de Nova York e em outros grandes centros de negócios. Em nota Mark Zuckerberg, afirma que a rede social, está trabalhando para reduzir ao máximo tais publicações, colocando inclusive etiquetas, enquadrando-as como perigosas e de cunho racista preconceituoso. No final da tarde da segunda-feira, duas outras gigantes aderiram ao boicote, Adidas e a montadora Ford.

Da redação.
TAG