Com o Rabo Entre as Pernas

Hoje de manhã, na vinda pro trabalho, enquanto via os transeuntes passando nas ruas, carros e ônibus, me veio uma ideia meio maluca na cabeça... Como é sabido, todos nós somos partes da família dos grandes primatas sem cauda. (Catarrhini Primatas), mas já imaginou se tivéssemos cauda? Compridas como os outros macacos? Seria uma situação e tanto. Imaginem as pessoas nas ruas andando cada um com sua cauda a seu modo. Os adolescentes com certeza as personalizariam como fazem com cabelos, unhas, etc... Alguns colocariam piercing nas caudas, usariam moicanos, tinturas, gel. As meninas, com certeza, as enfeitariam com laços, glitter, chapinha e coisas do tipo.

           Seria no mínimo interessante ver os casais de namorados andando de "caudas dadas" pelas praças, posando pra fotos enroscando as caudas formando um coração... Também seria fácil reconhecer alguém deprimido andando pela rua de rabo entre as pernas, abatido... As mães segurando pelo rabo aquele filho mais danadinho... Mas, a confusão mesmo, seria no ônibus. Imagina o buzão lotado, e aquele emaranhado de caudas, um passando a mão no rabo do outro, pisando, os moleques danados puxando os rabos murchos das velhas que esbravejariam horrores cobrando providências. No meio da multidão com tantos rabos juntos, com certeza, no final da viagem, deviam estar todos com seus rabos enrolados uns nos outros numa "cambulhada" infeliz que ninguém mais saberia qual era o seu rabo e qual era o do outro...

Pois é... Deus sabe o que faz... E eu... Bom... Eu vou voltar aos meus quifazeres e largar de pensar e escrever bobagens..

Jaime J Júnior, é Designer Gráfico, Escritor.
TAG