Mel da Terra, 40 anos da banda de Brasilia que se recusou a gravar uma música de Renato Russo

Diferente do que muitos podem achar, não foi a Legião Urbana, ou a Plebe Rude e muito menos o Detrito Federal, a primeira banda de rock de Brasilia a fazer sucesso na cidade foi o Mel da Terra. Tudo começou 40 anos atrás, quando a trupe de candangos fez um show histórico no Teatro Garagem em maio de 1980. Paulinho Matos, Paulo Maciel, Sérgio Pinheiro, Remy Portilho, Beto Escaldante e Haroldinho Matos, foram os primeiros idolos da turma de Brasilia. Em homenagem aos 40 anos de existência do grupo, o primeiro disco será relancado em formato digital nas plataformas de streaming na próxima sexta-feira dia 12 de junho. 


Formado por adolescentes a banda fez seu primeiro show improvisado, ao lado de Oswaldo Montenegro, Renato Matos e Liga Tripa, no Concerto Cabeças no gramado da 311 Sul um ano antes. Diz a lenda que Renato Russo nunca perdoou Néio Lúcio produtor responsável pelo show, por não ter sido convidado a participar. Outra lenda envolvendo Renato Russo e o grupo, foi quando o lider da Legião Urbana encontrou Remy Portilho, tecladista da banda no bar Beirute, durante a conversa Renato pediu para lhe mostrar uma composição sua, a música era "Eduardo e Mônica", após tocar a música, o músico pediu que o grupo gravasse ela no seu primeiro disco lançado em 1982, o mesmo recebeu como resposta um não, segundo o tecladista o repertório já estava fechado. 


O Mel da Terra, fazia uma mistura de Rock Progressivo com MPB, recheado de passagens viajandonas, letras no estilo bicho grilo, algo muito em voga na virada para os anos 80. A canção "Estrela Cadente" é uma bela música, que virou hit entre a galera de Brasilia, chegando a tocar em várias rádios locais, outro clássico da banda é a canção "Pequena Mágoa". A banda lançou outros dois discos, a comemoração das quatro décadas de existência da banda, era pra ser comemorada com um show, mas por motivos de saúde de um dos integrantes, o relançamento do primeiro disco em formato digital, foi a forma encontrada pela banda para registrar a data especial.



(*) Natanael Castro, editor
TAG