Hemetério dos Santos, o professor maranhense foi o primeiro negro a lecionar no Brasil

Hemetério José dos Santos, Foto: Biblioteca Nacional

Hemetério José dos Santos, nasceu em Codó (MA), em 1858, aos 16 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde terminou os estudos e tornou-se professor explicador de francês no Colégio Pedro II. Nesse período sua inteligência e vasta cultura chamou a atenção do Imperador. 

Durante sua carreira o professor escreveu livros, publicou em jornais e merecidamente foi reconhecido como um dos grandes conhecedores da Lingua Portuguesa. Hemetério é um dos patronos da Academia Brasileira de Filologia. Sua carreira como mestre e professor sempre esteve atrelada a uma militância contundente da educação no Brasil, a educação para todos, independente de raça, cor e clero, é durante toda sua trajetória uma marca indelével. 

Hemetério José dos Santos, faleceu em 1939 aos 81 anos, e hoje descansa seu nome naquela que é uma das, senão a mais importante tradição literária do Brasil, a grande tradição de literatos do Estado do Maranhão.

Natanael Castro, Editor 
TAG